Banner
  Home Quem Somos Navegantes Contato
Canto Canto
 
Destaques a venda
Terreno com 264m², sendo 12 x 22.
Distância da praia: 170m.
Próximo da praça cent

Cidade: Navegantes
Bairro: Gravatá
 
Canto Canto
Categoria Casas Categoria
 
Categoria Apartamentos Categoria
 
Categoria Terrenos Categoria
 
Categoria Comerciais Categoria
 
Categoria Sítios Categoria
 
Categoria Galpões Categoria
Categoria Navegantes Categoria

:: História ::

Variada e abundante documentação prova que o Município de NAVEGANTES, foi povoado antes mesmo da fundação de Itajaí.

Já em 1700, junto a margem norte do rio Itajaí-Açú, nas imediações de sua foz, no oceano e ao longo das praias que se estendiam do Ribeirão Gravata para o sul residiam mais de 40 (quarenta) famílias de pescadores e agricultores.

O primeiro morador de NAVEGANTES, segundo os historiadores, foi o Sr. João Dias D'Arzao, que veio de São Francisco do Sul para se estabelecer na foz do rio Itajaí-Açú, frente a confluência do Itajaí-Mirim, no lugar que antigamente chamava-se Fundadouro, atualmente, onde a fabrica de papel tem suas plantações de bambu e serve de ancoradouro para o serviço de balsa, localidade de Sudan.

Em 1715, Manuel Gonçalves de Aguiar, percorrendo as costas catarinenses, a fim de fazer um levantamento, para a fundação de novas povoações, refere-se a João Dias D'Arzao como já tendo abandonado as suas terras em virtude da pobreza da região em metais preciosos.

Em 1796, o demarcador da Real Fazenda, José Ferreira de Mendonça, procedeu a medição de uma sesmaria, requerida por Manuel da Costa Fraga e localizada na praia, onde hoje se situa o Aeroporto de NAVEGANTES.

No mapa, então levantado por esse agrimensor, verifica-se que a fazenda de D'Arzao, ficava exatamente onde foi descrito acima. E prova mais esse mapa, que alem dos Arzões, moravam naquela época, quando ano havia nem vestígios da futura cidade de Itajaí, nos terrenos da atual cidade de NAVEGANTES, Antônia Ferreira (que deveria ter sido moradora de grande prestigio, pois, vem citada em muitos documentos da época), José da Silva Cascaes, João Machado Fagundes, Coelho da Rocha, parente da primeira citada e muitos outros, famílias estas, que ate hoje tem aqui seus descendentes.

Foi em 16 de Setembro de 1906, que os moradores fizeram seus primeiros movimentos, com abaixo assinados, para que a municipalidade desse um nome exato ao arraial, que ate então, chamava-se "outro lado" ou "povoado de Santo Amaro". Fato que permaneceu ate o ano de 1912. Quando o Conselho Municipal discutia um nome ao "arraial", o capitão Henrique Boiteaux, em carta ao jornal da época "Novidades", sugeriu o nome de Alvinopolis, Para relembrar os serviços prestados por Miguel Alvim à Santa Catarina. Mas como o arraial era habitado em sua maioria por navegadores, e tinha como padroeira a Nossa Senhora dos Navegantes, o Conselho Municipal deu o nome oficial ao arraial de "NAVEGANTES", em 17 de Dezembro de 1912.

Em 1928, no dia 12 de Outubro foi feita a instalação da luz elétrica na cidade, juntamente com a inauguração do serviço de abastecimento de água. Em 1938, a vizinha cidade de Itajaí, foi dividida em dois perímetros, sendo incluído no perímetro urbano, NAVEGANTES ate São Domingos (antigamente Saco Grande).

E assim NAVEGANTES foi progredindo lentamente, ate que no ano de 1962, começaram os primeiros movimentos de emancipação política e administrativa do Município.

Home Quem somos Navegantes Contato
Restrito Facebook Youtube Tel: (47) 3342-8011 - Waldecir Corretor de Imóveis
waldecircorretordeimoveis@waldecircorretordeimoveis.com.br
Criado por E-nology